quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

Atualização

Olá!
Muita coisa boa tem acontecido no Café da Bugra. Por motivo de deficiência na comunicação via internet,  o blog ficou desatualizado.
Hoje postamos resumidamente os últimos acontecimentos, vamos lá:

14, 15 e 16 de janeiro foi realizado o evento Roça de paz, 2ª edição do projeto acampamento de Poetas.
Durante o período foi realizado um seminário Sinestesia e Literatura, que contou com a palestra do Dr. Marcos Estevão, ilustrando a abertura do seminário com explanação sobre a sinestesia e seus aspectos científicos.
Nesta foto conferimos a presença da apresentadora Marineves Rodrigues, programa Essência de Mulher, da REDE TV ORKUT, que fez a cobertura total do acampamento.

Muitos momentos importantes, marcaram o Roça de paz:
Padre Luciano Scampini, esteve abençoando e palestrando, e estendeu sua permanência durante o almoço em uma educativa roda de prosa.


o ator Breno Moroni, palestrou com o tema Poesia e voz e realizou a distribuição da semente da paz.




A atriz Sabrina Carvalho, realizou várias intervenções artísticas


CAFÉ DA BUGRA

BOM GOSTO E SIMPLICIDADE

Gastronomia - cultura - meio ambiente

Rod.MS 80, km15 Campo Grande MS BR

cafedabugra@hotmail.com

ATENDE-SE EXCLUSIVAMENTE GRUPOS

AGENDA:

(67) 8114.0636

9 9 0 6 . 3 3 3 6

Agora você PODE tomar Café-da-manhã na fazenda!!!


Aos domingos, a Bugra servirá especial café da manhã, com delícias da gastronomia regional, nacional e internacional.

Além da degustação do buffet você usufrui da simplicidade e rusticidade do local: majestosas árvores, extenso gramado, passeio a pé, escutação, olhação e meditação.

Calmaria do córrego, trilhas, alojamentos e redários cobertos para o merecido domingo.

SERVIÇO EXCLUSIVO PARA GRUPO PREVIAMENTE AGENDADO

AFINAL, DOMINGO É UM DIA DIFERENTE!

Orquídeas

Orquídeas
Dentro de cada orquídea florida
Dentro de cada orquídea florida
Duende acordado
Bebe sereno
Toma banho de lua
Lava a alma da flor
Os olhos
perfumados
Brancos lisos escondidos
Cheios de feitiço
Encantam a
quem olhar
Prendem suspiros para
Soltar nas noites

Silenciosamente
A flor mente
Ser vegetal
Esconde espírito
Num eixo interno
Manteado de pétalas
Levemente a farfalhar